UMA QUESTÃO DE AUTOESTIMA

Eu sempre fui uma pessoa preguiçosa, sempre preferi ficar em casa, ler um livro, ver um filme, do que sair. Mas também sempre gostei muito de praticar artes-marciais, graças a minha prima. Em 2012 ela começou a fazer aulas de Muay Thai na Equipe Demolição e bastou algumas dias para me convencer a ir junto. Assim que comecei as aulas, me apaixonei pelo esporte. Em 2014, eu também conheci o Jiu Jtsu, através da mesma prima, e comecei a praticar mais um esporte, foi no mesmo ano em que comecei a trabalhar em uma academia e comecei a fazer musculação. E, por mais preguiçosa que eu fosse, acordar cedo e praticar esses esportes se tornou um habito para mim. Eu me sentia mais motivada, mais feliz comigo mesma.

Só que no ano seguinte eu comecei a estudar a noite e inventei de criar um blog com minha amiga, a faculdade e o blog me consumiam muito! Eram trabalhos e trabalhos para entregar, livros pare resenhar, eventos para comparecer. Eu sempre dormia muito tarde e não conseguia acordar cedo de jeito nenhum. Até tentei entrar em academia, em continuar no Muay Thai depois disso, mas simplesmente não conseguia. 

Ano passado coloquei no meu projeto de 101 coisas em 1001 dias, que iria voltar a praticar artes-marciais, a malhar, a correr todos os dias por pelo menos 3 meses (estava conseguindo correr todos os dias quando fiz o projeto) e, o mais importante, iria emagrecer. Porque depois de tanto tempo parada, me descuidando e comendo, eu acabei engordando muito.


A medida que fui engordando, fui perdendo o prazer em certas coisas simples, como ir a praia. Usar um biquíni me deixa envergonhada, não uso mais roupa curta e não me sinto confortável com meu corpo. 

Na última semana, coloquei em minha cabeça que se eu não tomar uma atitude, as coisas não vão mudar. Então, aproveitei que comecei a trabalhar outra vez em uma academia, para chegar aos meus objetivos. Eu comecei aos poucos, voltei para o Muay Thai e agora estou voltando a malhar. Mesmo que ainda não tenha emagrecido muito (foram apenas dois quilos), estou me sentindo motivada outra vez. Com minha autoestima crescendo pouco a pouco. 

Agora vocês me perguntam, porque fiz um post assim? Porque mesmo que isso não nada a ver com o assunto do blog, é algo pessoal que eu gostaria muito, muito mesmo de compartilhar com vocês. Sei que muita gente passar por coisas parecidas e espero estar podendo ajudar de alguma forma.


 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!