EM MIM TEM TANTO DE VOCÊ QUE ME ASSUSTA


Em mim tem tanto de você que me assusta.

Estou assustada porque eu não costumava gostar de ninguém, mas, por algum motivo que ainda desconheço, eu escolhi gostar de você. Logo de você, o cara que tinha tudo para me machucar de uma forma sem igual. 

O pior, é que eu sabia disso. Alguma coisa dentro de mim dizia que isso iria acontecer... Ah! Francamente, todo mundo sabia disso. Ouvi isso tantas vezes durante o nosso relacionamento, lance, namoro... Até hoje não sei definir o que tivemos. Você sabe?

Desde aquele dia em que você foi embora, eu não consigo assistir mais as minhas séries, porque fico me lembrando de todas as vezes em que você me enchia falando sobre elas. Também não consigo mais assistir aquele meu filme favorito. Você se lembra dele? Eu costumava ver ao menos uma vez por mês, mas ele meio que perdeu o sentindo para mim. 

Isso sem falar nas minhas músicas... Lembra de quantas vezes você implorou para eu criar uma nova playlist no Ipod, porque você não agüentava mais as mesmas músicas? Eu não consigo dar play nela há meses...

Meu travesseiro também continua com seu cheiro, eu sei que você não quer saber disso, mas eu achei importante falar. Hoje em dia não consigo me sentir confortável nem mesmo no meu quarto, porque cada canto dele me lembra você, principalmente minha cama... Quantas noites não passamos nela, fazendo amor, brigando, brincando, conversando e, o que mais me machuca hoje, planejando. 

Eu odeio planos, eu disse isso desde o primeiro dia. Eu não queria planejar o dia de amanhã, queria viver o dia de hoje, mas você não me escutou... Alias, durante todos esses anos, acho que você quase nunca escutou as coisas que eu queria.

Hoje em dia eu fico andando pelo meu quarto, sussurrando ofensas a mim mesma, me perguntando como fui tão idiota a ponto de confiar em você. Como fui capaz de me abrir por inteira para você, de te trazer para dentro de mim e dividir com você o meu mundo. Me xinguei por ficar esperando que você tenha seus momentos de recaídas, que apareça aqui, que me tome por inteira até eu parar de sentir sua falta, mesmo que ela fique ainda maior depois que você vai embora sem olhar para trás.

Eu me arrependo tanto de não ter protegido essas coisas de você, sim! Pode me chamar de louca, mas eu devia ter protegido meu quarto, minhas músicas, séries e filmes de você, porque pelo menos eu teria alguma coisa hoje... Alguma coisa que eu pudesse fazer sem pensar em você a porra do tempo inteiro. 

Não suporto mais ficar em meu quarto e olhar para minha cama, lembrar de todas as coisas que fizemos e dissemos, por isso eu saí... Eu conheci outras pessoas, beijei outras bocas e, adivinha só? Me perdi em outros corpos também. Mas em nenhum momento, em nenhuma noite em que estava com outra pessoa, você saiu da minha cabeça e muito menos do meu coração.

Comecei a pensar que tudo isso era loucura minha, uma obsessão da minha parte. Mas cheguei à conclusão que eu só precisava te ver mais uma vez, precisava saber o que tinha acontecido com você, porque no momento seguinte em que você foi embora, eu te apaguei de todas as minhas redes sociais. 

Não fique assustado, mas eu dirigi até sua faculdade e então eu vi. Vi você com ela, vi você sorrindo, abraçando-a e beijando-a. Vi que você não se importava como eu me importava e isso partiu meu coração em tantos pedaços, mas eu não consegui me mexer, apenas continuei ali, vendo vocês dois juntos. Continuei ali até mesmo depois que vocês foram embora no seu caro, me lembrei de todas as coisas que fizemos nele... De todas as loucuras, conversas e brigas... Inclusive da última. 

Hoje venho dizer que estou cansada. Não agüento mais gastar todas as minhas energias tentando tirar você de mim. De chorar todas as noites enquanto releio as mensagens e vejo nossas fotos. 

Estou cansada de sofrer por alguém que não derramou uma lágrima por mim, que decidiu, sem mais nem menos, sair da minha vida, arrumou outra pessoa e só se lembra de mim nos momentos de carência. Quando não tem mais ninguém a quem recorrer e sabe que sempre que bater a minha porta, vai me ter entregue por inteira. 

Desisto. 

Estou me entregando e desistindo de você. De nós. Se é que um dia fomos nós mesmo. 

Pode pensar o que quiser, estou te mandando essa mensagem, para não engasgar com todas as coisas, mas eu estou caindo fora. Estou apagando você da minha vida, estou apagando você do meu mundo. Ainda não sei como, mas sei que darei um jeito. 

Somente peço a você que não faça o mesmo com essa garota... Não a encha de esperanças sobre o amor para depois abandoná-la. Não a faça mudar a vida, porque depois ela vai sofrer tanto quanto eu. E, acredite, eu não desejo isso a ninguém. 

Então é isso. Eu me despeço aqui. Você foi a melhor e a pior coisa que me aconteceu. E eu sei que as coisas nunca mais vão ser como antes. Nunca mais as coisas vão voltar ao normal em minha vida. E a culpa é simplesmente sua.


 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!