EU ASSISTI: MULHER MARAVILHA


Gal Godot, uma ex-miss, ex-recruta do exército Israel, ex-modelo e ex-estudante de direito, foi escalada para dar vida à Mulher Maravilha nas telonas do cinema. Uma escalação um tanto inusitada, já que ela é uma atriz inexperiente e iria interpretar uma das maiores Heroínas dos quadrinhos, que estaria ganhando um filme pela primeira vez. Mas de forma feminina e cativante, ela nos surpreendeu em sua aparição em Bataman vs Superman: A Origem da Liga da Justiça. 

Mulher Maravilha é uma clássica história de origem, e o filme foi feito para nos apresentar Diana, seu universo e nos preparar para o filme da Liga da Justiça.Patty Jenksins, a diretora, nos deu uma narrativa leve e encantadora, que nos arrancou risadas, provocou empatia pelos personagens e nos empolgou em suas cenas de ação muito bem trabalhadas. 

Conhecemos então Diana, uma criança que sonha em se tornar uma das lendárias amazonas guerreiras de Themyscira, uma ilha isolada do mundo moderno, e que está louca para começar seu treinamento, mas é super protegida por sua mãe, a rainha Hipólita (Connie Nielsen). Sem perder muito tempo nisso, graças ao roteiro de Allan Heinberg, nós conhecemos de forma rápida e aceitável a origem das amazonas por meio da história de ninar que é contada à Diana por sua mãe, onde ela descreve para o público como o deus grego Zeus criou os homens baseado em sua imagem, mas que eles foram corrompidos por Ares, o deus da guerra. Dessa forma, Zeus criou as amazonas, as resguardando na ilha escondida de Themyscira e, em seu último sopro de vida, derrotou Ares e entregou a elas uma arma capaz de derrubar o deus da guerra novamente quando ele ressurgisse.


Antíope (Robin Wright), mais formidável das amazonas e tia de Diana, convence a rainha Hipólita da importância de preparar a princesa para um potencial embate futuro contra Ares, então ela começa a ser treinada dia e noite para se tornar a mais forte amazona que a ilha já viu.Centenas de anos se passam desde então e,um dia, Diana está enfrentando diversas amazonas em seu treinamento e acaba ferindo sua tia, Antíope. Fugindo do local por vergonha do ocorrido, Diana avista um pequeno avião quebrando a barreira invisível que separa sua ilha do restante do mundo. Nesse avião se encontra Steve Trevor, espião britânico que levava planos secretos capturados do governo alemão, e que logo perceberá que irá precisar da ajuda de Diana para pôr um fim definitivo na guerra.

Mulher maravilha surpreendeu a muitos e tem sido um sucesso de bilheteria até então, arrasando nas críticas especializadas, como no Metacritic e Rotten Tomatoes, e angariando fãs ao redor do globo, então é uma ótima pedida para todo o fã de quadrinhos e também para quem nunca conheceu a sua história.

POSTADO PELA EQUIPE DO BLOG


 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!