RESENHA: ANTES QUE EU VÁ

Título: Antes Que Eu Vá
Título Original: Before i fall
Autor(a): Lauren Oliver
Páginas: 368

Classificação: 4/5
Compre: Saraiva Amazon
Adicione: Skoob
Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta — da melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha desvenda o mistério que envolve sua morte — descobrindo, enfim, o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder. ... Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente. O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as conseqüências de cada ação dela. Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.

Samantha kingston, ou apenas a Sam, é uma jovem de 17 anos que aparenta ter uma vida perfeita: ela é linda, popular, com três melhores amigas, Lindsay, Ally e Elody, e namora o menino mais popular da escola, Rob, por quem ela sempre foi apaixonada, ou ao menos era o que ela pensava. Mas após um trágico acidente, Sam percebe que nem tudo era como ela pensava ser, que ela queria e devia ter feito muita coisa diferente, mas infelizmente ela só aprende isso quando já é tarde demais.

No dia do cupido existe uma tradição na escola, os alunos podem comprar rosas e enviar aos outros e a quantidade de flores que você ganha reflete em sua popularidade. Para Sam e suas amigas isto não é problema, todo mundo as conhecem em Thomas Jefferson e, elas acreditam, todo mundo as amam.
“Como sempre, posso sentir todo mundo nos olhando. Esse é o outro aspecto positivo sobre ser popular: não é preciso prestar atenção a quem presta atenção em você.
Sam e Rob namoram a alguns meses, os dois estão prontos a dar um passo a mais no relacionamento. Aquele vai ser o grande dia deles, principalmente para Sam, que ainda é virgem e está planejando isso a algum tempo. O que ela não sabe é que nada vai sair como o planejado. Kent, um garoto nada popular mais muito rico, resolve dar uma festa e convida toda a escola e depois que muitas – mas muitas mesmo – coisas acontecem, o final daquele dia é trágico. Sam e suas amigas sofrem um acidente de carro e ela morre.

Mas como um milagre, ela acorda na manhã seguinte – bom, na verdade, ela acorda na mesma manhã outra vez – e descobre que está revivendo aquele dia outra vez. A verdade é que a vida lhe dá sete chances para conseguir concertar alguns dos seus erros e poder ir em paz. 

Costumava pensar que amor era isso: conhecer alguém tão bem que é como se ele fosse parte de você.
Laurem desenvolve bem a escrita e nos mostra que tudo na vida tem consequências. Até onde podemos vamos para sermos notadas? Será que realmente precisamos humilhar outras pessoas para chegarmos onde queremos? Li muitas resenhas que chamavam a Sam de fútil e descordo, acho apenas que ela estava um pouco perdida, como muitos de nós ficamos, infelizmente ela não teve tempo suficiente para entender isso.

Para ela tudo se resume a festas, as amigas, o namorado perfeito, e a popularidade na escola. O mais legal é que no decorrer do livro vamos conhecendo a personagem junto com ela mesma, é bom ver a Sam descobrindo que, na verdade, ela é apenas uma garota tentando se encaixar na sociedade.
”Sem que ninguém perceba, estendo a mão para trás e me apoio no parapeito, curtindo o ar gelado e a sensação de centenas de alfinetadas de chuva. Fechos os olhos e prometo a mim mesma que jamais me esquecerei daquele momento: do som dá risada das minhas amigas, do calor de tantos corpos e do cheira de chuva.”
Existem dois personagens secundários que aparecem e são muito importante para a historia, o Ken, que é um fofo e um personagem extremamente forte, e a Juliet, uma menina frágil, mas que muda completamente a vida da Sam.

Eu esperava um pouco mais do livro, mas a leitura não deixou de ser boa. O final do livro não foi o que eu esperava, mas foi muito bom. É uma leitura que indico bastante. E o melhor de tudo: o filme lança amanhã no Brasil e eu estou louca para assistir!



 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!