RESENHA: DEPOIS DE VOCÊ - JOJO MOYES

Título: Depois de Você 
Livro: 02
Autor(a): Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Compre: Saraiva ☮ Amazon  Livraria Cultura   Submarino  Americanas
Adicione: Skoob
Classificação: 4/5


Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la. Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.


Conheci a Jojo Moyes através de “Um mais Um” e, para ser sincera, ouvia falar muito de “Como Eu era Antes de Você” e nunca senti muita vontade de ler, até hoje não sei explicar direito o porquê, mas posso me dizer que um dos meus maiores arrependimentos é ter demorado tanto para lê-lo. Na turnê intrínseca de 2016, eles falaram tão bem desse livro e, confesso, fiquei muito animada com o trailer, então comprei os dois livros, pensando em ler logo os dois e acabar com a minha agonia, só que simplesmente não consegui ler os dois de vez. Depois que terminei o primeiro livro, só sabia chorar, então levei muito tempo para conseguir coragem de ler a sequência. 

ATENÇÃO VAI TER SPOILER DO PRIMEIRO LIVRO, ATÉ PORQUE É IMPOSSÍVEL NÃO TER. 
Leiam a resenha de Como eu era antes de você 

“Depois de Você” nos conta como Louisa Clark está vivendo depois da morte do Will a dezoito meses atrás e por isso acompanhamos uma jornada de amadurecimento pessoal, focando na história da Lou e em suas escolhas de vidas. No final do primeiro livro, descobrimos que Will deixou uma pequena fortuna para Lou, para que ela voltasse a estudar e vivesse bem, mas se você pensa que isso aconteceu, não aconteceu. 

Lou fecha seu coração para as lembranças dolorosas e decide viajar o mundo, conhecer novas culturas e pessoas novas, mas em um momento ela se cansa e decide voltar a Londres. Ela usa o resto da herança para comprar um apartamento e começa a trabalhar no bar do aeroporto. No começo da narração, podemos ver que a Lou está como antigamente, trabalhando em algo que não está a sua altura, só que mais destruída que antigamente. É como se ela estivesse no modo automático e vivendo apenas por obrigação, isso me doeu bastante, pois vemos no primeiro livro quando ela realmente aprende a viver com o Will, mas ela simplesmente parece esquecer isso, e, sinceramente, eu a entendo. Lou não tem forças para lutar por sua vida. 

"De que adianta se aproximar de uma pessoa se vamos perdê-la? Mas outro dia comecei a pensar sobre o que realmente quero da vida e me dei conta de que quero alguém para amar."

Lou está um pouco distante da família depois do que aconteceu, sua mãe não fala com ela e, além disso, ela está bebendo mais do que deveria. Um dia, depois do trabalho e quando já bebeu algumas taças de vinho, ela recebe uma visita inesperada e acaba caindo do terraço do prédio depois de se assustar e é salva por uma equipe de paramédicos. Sua família começa a pensar que ela tenha tentando se matar e preocupados com isso, a faz prometer que vai frequentar um grupo de apoio, fazendo-a conhecer inúmeras pessoas que estão passando pelo mesmo problema que ela, o luto. 

Leiam aqui a resenha de Um mais Um


Nós podemos ver o processo de amadurecimento da protagonista e quando achamos que tudo está bem, que ela vai conseguir, eis que surge uma pessoa em sua vida. Uma pessoa que ela não sabia existir e que poderia ter sido o motivo de Will querer viver. Lou entra em desespero, mas o grupo de apoio a ajuda e ela faz o que sempre faz, coloca a felicidade de outras pessoas antes da sua. 

"Sinto como se tivesse me desligado durante esses últimos dois anos. Como se não quisesse deixar ninguém chegar perto de mim por causa do que aconteceu."



Em minha opinião os livros falam sobre amadurecimento pessoal. As vezes coisas ruins precisam acontecer para que possamos aprender a viver. Como eu era antes de você mostra o crescimento pessoal da Lou, quando ela realmente se envolve com alguém e aprende a amar o Will. Vemos ela aprender a viver, a fazer suas escolhas e, o mais importante, acreditar em seu potencial e a sonhar com um futuro melhor para ela. Will faz com que Lou entenda que ela pode ser quem quiser, ir para onde quiser e realizar seus sonhos, por isso ele deixa a herança e exige que ela vá a Paris logo após seu enterro. Depois de você mostra como colocar tudo isso em pratica é complicado depois de uma grande perda, então o livro nos fala sobre luto, o medo e o recomeço. 

Muitas pessoas não gostaram do livro, o acharam desnecessário, em minha opinião o livro é essencial. Eu queria saber o que seria da Lou depois da morte do Will, saber que ela simplesmente foi viajar, não me satisfez. Ao ler esse livro, pude ver toda a dor de sua superação e no final, pude ver o seu recomeço. Suas escolhas certas e erradas. Obviamente, o livro não é tão emocionante quanto o primeiro, mas ele é como deveria ser: um livro que fala sobre a vida real.


"Você não me deu uma vida, deu? De jeito nenhum. Só acabou com a minha antiga. Desfez em pedacinhos. O que eu faço com o que sobrou?"
Até o momento, eu já li cinco livros da Jojo e posso dizer que amei todos. Um mais lindo que o outro e em breve trarei a resenha de Baía da Esperança, o último livro que li. 

Leiam aqui a resenha de A última carta de amor



 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!