RESENHA: ASYLUM - MADELEINE ROUX

Título: Asylum
Livro: 01
Editora: V&R Editoras
Ano: 2014
Páginas: 336
Adicione: Skoob
Compre: Cultura Amazon Saraiva


Para Dan Crawford, 16 anos, o New Hampshire College Prep é mais do que um programa de verão – é uma tábua de salvação. Um pária em sua escola, Dan está animado para finalmente fazer alguns amigos em seu último verão antes da faculdade. Mas, quando ele chega no programa, Dan descobre que seu dormitório para o verão costumava ser um sanatório, mais comumente conhecido como um asilo. E não apenas qualquer asilo — um último recurso para criminosos insanos.À medida que Dan e seus novos amigos, Abby e Jordan, exploram os recantos escondidos de sua casa de verão assustadora, eles logo descobrem que não é coincidência que os três acabaram ali. Porque o asilo é a chave para um passado terrível. E existem alguns segredos que se recusam a ficar enterrados.


Em Asylum conhecemos Dan Crawford é um garoto de 16 anos que está indo fazer um curso preparatório de verão no New Hampshire College. O que o garoto realmente quer além de estudar o máximo de história e psicologia que puder, é ser ele mesmo, estar perto de adolescentes que gostam de estudar. O único problema é que os alojamentos estão em reforma, então os alunos precisam ficar no Brookline, um antigo manicômio. Mas ao chegar no CPNH, ele percebe o quão estranho e sombrio é aquele lugar.

Chegando em seu quarto, Dan encontra Félix, o garoto com quem dividirá o quarto durante o verão, mas o menino só fará amizade durante o jantar, quando ele conhece Abby e Jordan. Os três vão se tornar um trio quase inseparável, principalmente quando coisas estranhas começam a acontecer. Dan encontra uma foto antiga de um homem com os olhos rabiscados, e junto com os amigos, eles invadem uma ala desativada do Brookline, descobrindo que ele era um manicômio para criminosos considerados loucos.

Cada vez que os três descobrem uma coisa novas, coisas estranhas vão acontecendo com o Dan, ele começa a ter sonhos estranhos de coisas que aconteciam ali, recebendo cartas antigas, e-mails sobre antigos pacientes. Até que eles descobrem o verdadeiro motivo do manicômio ter sido fechado: o diretor responsável fazia experiências nos pacientes, na esperança de deixar um legado. Completamente chocados com todas as descobertas, eles, agora, só desejam fugir daquele lugar, mas não será tão fácil quanto parece.

A narrativa te prende de uma forma fazendo com que a leitura flua rapidamente. O suspense, o terror e até – talvez – o romance te fazem querer saber o que vai acontecer no próximo capítulo, mas o terror é o principal, confesso que teve algumas partes em que eu senti medo – eu juro. Ainda mais com as fotografias que ilustram o livro.


Achei que ficou faltando alguma explicação no final do livro, mas espero que tudo seja explicado no segundo livro. Eu realmente recomendo Asylum, é um ótimo livro!

A loucura é algo relativo. Depende muito do lado em que a pessoa está. 


 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!