RESENHA: MEUS 15 ANOS - LULY TRIGO

Título: Meus 15 anos
Série: As Valentinas 

Livro: 01
Autora: Luiza Trigo
Páginas: 232
Editora: Rocco
Gênero: Juvenil
Comprar: Saraiva  Submarino  Cultura

Adicione: Skoob

Uma festa de cinema! Este era o sonho de Bia, prestes a se tornar realidade em Meus 15 anos. Ela só não esperava que sua grande noite daria um filme – com direito a drama, romance, comédia e ação de tirar o fôlego. Bia é a protagonista do segundo romance da escritora carioca Luiza Trigo, que vem conquistando seu espaço entre o público adolescente e pré-adolescente desde sua estreia com Carnaval. Da entrega dos convites ao surpreendente desfecho, a autora conta uma história movida a sonhos, paixões, ciúmes, alegrias, decepções e, principalmente, amadurecimento, amizade e amor.
Esse é um dos livros mais fofos que tem em minha estante! Ele é todo coloridinho e com estrelinhas desenhados em na divisão dos capítulos. É um livro juvenil, as letras são grandes, cada capítulo é narrado por um dos personagens o que faz você ter várias perspectivas da história e com que a leitura flua, consegui ler esse livro em poucas horas.
Beatriz, Bia para os mais íntimos, é a nerd da turma, apaixonada por cinema e que não liga muito para sua aparência, mas ela tem o mesmo sonho que muitas meninas adolescentes têm: ter uma grande festa de 15 anos. A história gira em torno dessa festa, e claro, como todo universo adolescente dentro de uma escola: as amizades, as inimizades, as paixonites, as dúvidas, as tardes com as amigas vendo filmes…. Todo adolescente passa por isso. 

Como assim? Quem responde isso? "Eu não gosto de livros." Quem não gosta de livros? E, mesmo assim, quem tem a cara de pau de assumir uma coisa dessas? Meu Deus! O que estava acontecendo? Será que aquele gel tinha efeito colateral?

Bia tem uma paixonite aguda por Thiago, um dos meninos mais lindos e popular – e muito babaca – da escola – mas quem nunca passou por isso? –, e fica muito ansiosa para lhe entregar o convite da festa, tudo isso porque suas melhores amigas tem um plano para convencer Thiago a dançar uma valsa com ela, mesmo ela tendo escolhido Bruno, seu melhor amigo praticamente desde que nasceu, já que as mães deles são amigas e engravidaram na mesma época, para ser seu príncipe. E, obviamente, Bruno é bem apaixonadinho por ela. 

A festa da Bia está prestes a se tornar a melhor festa de aniversário do ano e isso desperta muita irritação Jessica, uma patricinha que não suporta ninguém na escola por não serem de sua mesma classe social. Por causa disso, Jessica começa a pensar em todos os jeitos de arruinar o grande dia da Bia, para que sua festa continuasse sendo a melhor de todas. 

A história é bem simples, a vilã não tem um grande motivo para ser a vilã, e é repleto de clichês adolescentes, mas foi uma leitura rápida e divertida. Me fez lembrar da agonia que senti para organizar minha festa de 15 anos – que não foi nada grandiosa comparada com a da Bia – e de todos os meus “problemas” da época da escola. Me deu uma grande saudade dos meus 15 anos. 



 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!