MEUS 15 ANOS (2017)


“Meus 15 Anos” conta a história de Bia (Larissa Manuela), uma adolescente tímida que ama cantar e estar na companhia de Bruno (Daniel Botelho), seu único melhor amigo e seu pai, o Edu (Rafael Infante), com quem tem uma relação linda, já que a menina perdeu a mãe cedo e foi criada por ele. Na escola Bia sofre com as provocações de seus colegas, tudo por ser uma nerd “esquisita“, mas as coisas mudam quando ela ganha em uma promoção uma festa de 15 anos dos sonhos com direito a um show de Anitta. 

O único problema é que Bia nunca desejou essa festa, pois não tem amigos para convidar. Mas o mundinho da menina vira de cabeça para baixo quando seus colegas descobrem isso e ela acaba se tornando mais popular na escola e chamando bastante atenção, principalmente de Thiago (Bruno Peixoto), que resolve se aproximar da garota para conseguir convites para a turma do 3º ano. 


A Larissa Manoela consegue dar conta do recado, apesar de não se destacar tanto no papel quanto deveria, mas o Rafael Infante traz bastante humor nas cenas de pai e filha, tornando-as engraçadas e comoventes. Mas, em minha opinião, quem roubou as cenas e trouxe muito humor para o filme, foi o Victor Meyniel, que junto com a Polly Marinho, fez papel de “fadas madrinhas” atuais e conseguiam tirar risadas de nós facilmente em suas cenas. E por último, mas não menos importante, temos a participação de Anitta, que interpreta ela mesma e faz um show na festa da Bia. 

O roteiro teve a colaboração da Luiza (Lully) Trigo que é a autora do livro em que o filme foi baseado, e apesar de ter passado a mensagem original, teve tantas mudanças que ficou praticamente irreconhecível. Mantendo apenas os nomes dos protagonistas, e acrescentando alguns personagens a mais, a história em si está completamente diferente. 

A trilha sonora é uma das coisas mais legais no filme, com uma porção de músicas boas e que agradam todos os públicos, além das músicas conhecidas, temos duas músicas compostas exclusivamente para o filme. 

No fim, “Meus 15 Anos” é um filme repleto daqueles clichês que amamos, mas é um filme voltado para o mundo juvenil e que agradará mais esse públicos que os outros.



Deixe sua opinião

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!