1922 (2017)


1922 é um novo filme da Netflix e mais uma adaptação de Stephen King lançada pela plataforma. A adaptação é de um conto homônimo que faz parte do livro “Escuridão Total Sem Estrelas” lançado no Brasil em 2015 pela Suma de Letras. O filme foi dirigido e roteirizado por ZakHilditch, e foi bastante elogiado pelo autor da obra original. 

O filme é ambientado no ano que dá nome ao longa, e segue a história da família James, composta pelo patriarca Wilfred James (Thomas Jane), sua mulher Arlette James (Molly Parker) e seu único filho Henry James (Dylan Schmid), que moram em uma fazendo no Nebraska. Wilf, como é chamado pela família e amigos, é um típico fazendeiro e patriarca de uma família daquela época, e o que mais importa para ele é suas terras e seu filho, que herdará elas.

Mas sua esposa Arlette nunca gostou de viver em uma fazenda, seu sonho é ir para uma cidade grande e abrir uma butique. E seu sonho se torna possível quando ela herda de seu pai 40 hectares de terra e decide vendê-las para ter o dinheiro que precisa. Mas Wilf tem outros planos, ele quer continua em sua fazenda e que seu filho herde as terras. Mesmo tentando argumentar com a esposa, ela está irredutível e como as terras são delas, ele não tem nenhuma opção. 


Segundo Wilfred, dentro de cada homem existe outro homem, um homem calculista e perverso, e esse homem dentro do Wilfred influencia o seu filho – que também não deseja abandonar sua vida na fazendo e sua namorada – a matar Arlette. E como o próprio Wilfred diz “uma hora todos nós somos pegos”, a decisão se mostrará uma das piores decisões de sua vida. 

Depois de cobrirem os ratros do crime, eles jogam o corpo dela em um poço, assim como suas roupas e jóias, para simular uma fuga. Em 1922 o que acontecia com a esposa de um homem, era assunto dele, principalmente se a esposa “fugisse“, a policia não fazia perguntas para preservar a honra desse marido. E assim os dois seguem com suas vidas na fazenda, mas ambos não conseguem esquecer o que fizeram e a culpa começa a consumi-los.

Henry fica cada vez mais distante do pai e perde o bom senso entre o certo e errado, já Wilfred não consegue esquecer a última imagem que tem da mulher: morta em um poço e sendo comidas por ratos. E esses ratos parecerem estar infestando a casa deles. 

1922 não é um filme de terror com sustos, mas um filme de terror psicológico com uma ótima atuação de Thomas Jane, que realmente incorporou ao personagem. Apesar de na ter sido um dos meus filmes favoritos da plataforma, ou uma das adaptações de King, mas é filme com um bom enredo e roteiro.


27 comentários:

  1. Nossa, que pesado. Parece ser um bom filme, mas não faz o meu estilo. Espero que quem se interesse goste. Obrigada pela dica e parabéns pelo seu blog!

    ResponderExcluir
  2. Parece ser um ótimo filme,obrigada pela indicação,não gosto muito desse tipo de filme mais vou procurar para assistir.

    ResponderExcluir
  3. Nossa muito obrigada por essa resenha maravilhosa, já vou assistir hoje mesmo, parece ser nota 10!

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Achei pesado, confesso q já assosti muito Stephen king, porém mudei bastante o estilo.
    Sua resenha foi otima!
    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito de conhecer o filme 1922 os filmes do Stephen king merecem ser assistidos, gostei muito da resenha. Filme desse gênero sempre atrai os público, vou anotar a dica do filme, bjs.

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um bom filme, mas não gosto desse tipo, porém para quem gosta né kkk! Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  7. o filme parece ser bom mas achei o contexto meio que abalador de psicologicos haha' não é minha praia esse tipo de filme mas ele deve ser bom para quem gosta dessa linhagem haha bjss

    ResponderExcluir
  8. Nossa bem pesado kkk, mas adorei, adoro filmes e/ou series desse tipo. adorei o post.. ja na ta minha lista da netflix

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha!
    o filme parece pesado realmente, quem sabe eu tiro um dia pra assistir? Fiquei curiosa!

    ResponderExcluir
  10. adorei a dica,pesado,mas parece ser interessante kkkk
    fiquei curiosa ;)
    bjs

    www.amandaraibolt.com

    ResponderExcluir
  11. Uau, não conhecia tanto da obra, mas já tinha interesse em ler o livro e agora vou anotar o filme também. Não consegui respirar lendo seu post, que forte, estou pasma.
    Sua resenha ficou muito forte e muito boa. Parabéns!
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  12. Oie, assisti Jogo Perigoso pela sua indicação e até gostei, não sabia que esse tbm era adaptação do King, vou ter que assistir tbm haha assim, eu acho que a Netflix ainda não acertou bem os pontos dos filmes que tem produzido, podiam ser melhor... mas pelo menos eles investem em bons atores né, isso faz diferença. Valeu mais uma dica, bjs

    ResponderExcluir
  13. olá tudo bem ? O filme 1922 tem uma tematica que curto ,o terror psicologico , a mensagem deque o ser humano pode se tranformar é uma verdadeira realidade , toda pessoa tem o seu outro lado.vou assistir em breve . Bjssss

    ResponderExcluir
  14. Que ótima dica. Esses dias mesmo assisti Jogo Perigoso, outra adaptação de Stephen King na netflix. 1922 parece ter uma atmosfera realmente assustadora. Esses filmes de terror psicológico me assustam muito mais que outro tipo de terror.

    ResponderExcluir
  15. ouvi alguem falar pra mim desse filme terror nao é muito meu forte mais vou indicar para meu namorado que gosta
    BLOG♥ Coisas da bueno

    ResponderExcluir
  16. Para mim não há genero melhor do que terror psicológico, onde você fica instigado com os personagens e com os acontecimentos sem necessariamente tomar sustos horríveis. 1922 é maravilhoso! Não tem como algo adaptado de Stephen King ser ruim viu rsrs AMO

    ResponderExcluir
  17. Esse filme já está na minha lista na Netflix, mas ainda não tive tempo de assisti-lo.
    Admito que ele não era uma das minhas prioridades, mas seu post me deixou empolgada e querendo assistir logo.
    Amo o gênero!

    ResponderExcluir
  18. Até fiquei de respiração suspensa a ler até à última linha... Imagino a ver o filme! :D Um bocadinho pesado... Mas sei quem iria gostar de ver...O marido! Ainda vou pensar bem se lhe passo a informação. eheheh È que depois lá terei que ver a esposa no fundo do poço... :D

    ResponderExcluir
  19. Não sabia ddese filme ainda, adorei ele. Muito interssante o filme. Vou assistir ele. Obrigado pela dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Oi Luma tudo bem? Adoro o Stephen king, mas ultimamente estou com um pouco de "preguiça" de assistir filmes rs. Mas você me deixou muito animada, vou assistir 1922 ainda hoje com certeza! Muito obrigada pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  21. Gostei muito da sua resenha, mas o filme não é nem de longe o meu estilo, mas para quem gosta deve ser um bom filme.



    ResponderExcluir
  22. Olá tudo bem?não sou muito fá desse tipo de filme mais adorei sua resenha,para quem gosta com certeza vai agradar muito e vou indica para um amigo meu beijinhos.

    ResponderExcluir
  23. Oiee!
    Não faz muito meu estilo, nem conhecia antes da sua postagem, mas vou dar uma chance e dar uma conferida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Nossa, faz tanto tempo que não consigo assistir meu Netflix que nem vi esse filme ainda. Apesar de não curtir muito os filmes do Stephen King, sempre acabo assistindo rs

    ResponderExcluir
  25. Uau! Gostei muito da resenha e já quero assistir. Ainda não tinha ouvido falar desse filme e sou apaixonada pelas produções da Netflix

    ResponderExcluir
  26. Ainda tenho que encontrar um tempinho para ver esse filme, mais uma vez parece que a Netflix acertou e produziu uma boa adaptação, as obras de King estão se superando.

    ResponderExcluir

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!