SORTE OU AZAR MEG CABOT

Título: Sorte ou Azar?
Autor(a): Meg Cabot
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 288
Ano de Publicação: 2007
Adicione: Skoob 

Mais um sucesso da mega vendedora de livros Meg Cabot. A falta de sorte parece perseguir Jinx onde quer que ela vá ? e por isso ela está tão animada com a mudança para a casa dos tios, em Nova York. Talvez, do outro lado do país, Jinx consiga finalmente se livrar da má sorte. Ou, pelo menos, escape da confusão que provocou em sua pequena cidade natal. Mas logo ela percebe que não é apenas da má sorte que está fugindo. É de algo muito mais sinistro... Será que sua falta de sorte é, na verdade, um dom, e a profecia sob a qual ela viveu desde o dia que nasceu é a única coisa que poderá salvá-la?

Jean, ou como é chamada pela família, Jinx, é uma jovem muito azarada. Tudo de ruim e improvável que pode acontecer com uma pessoa, acontece com ela. E depois de se meter em uma tremenda confusão em sua cidade, ela acaba indo morar em Nova York com os tios e os primos. A garota pensa que sua sorte está mudando, pois terá Tory, a prima com que sempre havia se dado bem, mas está completamente enganada ao chegar e ver o quanto ela mudou.

Jean é aquela que sempre procura enxergar o que há de melhor em cada um e, infelizmente, acaba por confiar em quem não deveria em alguns momentos. Tory é a imagem da imaturidade, insegurança e auto-estima baixa. Ela sente a necessidade de sempre ser a mais popular e ter o poder as mãos, por isso ela se tornou uma das personagens mais chatas desse livro.

Também temos outros personagens super legais no livro, como a família da Tory, que é totalmente o oposto da filha. Pietra, a au pair, e Zach, o vizinho delas extremamente carismático e que arranca suspiros por onde passa.

A história fala mescla romance, humor e magia, uma combinação satisfatória no final das contas. A prática da bruxaria é abordada e esse é o ponto alto do livro, pelo menos em minha opinião, que amo essa temática.


De um modo geral, “Sorte ou Azar?” não é um dos melhores romances do mundo, mas é uma leitura fluida e agradável. É o tipo de leitura para quem busca distração. 


2 comentários:

  1. Uma das autores que ouço muito falar, já vi muitos livros dela, mas ainda não tive a oportunidade ler. Achei a premissa desse livro bem interessante.

    ResponderExcluir
  2. Magia descrita dessa forma, alegórica, não é exatamente o que me atrai. Pois tudo o relacionado com a temática, penso ter um lado racional que é desprezado, e isso não é bom. Como bem disse, é um livro para simples distração. Beijos. :)

    ResponderExcluir

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!