RESENHA: AURA NEGRA - RICHELLE MEAD

Título: Aura Negra
Título Original: Frostbite
Autor(a): Richelle Mead
Editora: Nova Fronteira
Ano: 2010
Gênero: Fantasia
Páginas: 304
Adicione: SkoobMinha avaliação: 5/5



A Escola São Vladimir está em alerta após um ataque dos sanguinários Strigoi. Os Guardiões admirados por suas habilidades e seus grandes feitos, se preparam para entrar em ação. A escola envia seus alunos para um hotel de luxo e bem protegido, porém um imprevisto obriga Rose a deixar a segurança de seu lar e impedir que o pior aconteça. Apenas quando a vida de seus amigos está por um fio é que a heroína descobrirá força dentro de si.



Aura Negra é a continua de O Beijo das Sombras e traz mais uma aventura e mistério para a eletrizante série Academia de Vampiros, fazendo com que você devore as paginas de forma rápida e faminta. 

Os Moroi estão intensificando ainda mais suas estruturas de defesa, por causa dos ataques de Strigoi que vem acontecendo nos últimos tempos. É pensando nessa defesa, que a maioria dos Moroi, inclusive os estudantes da São Vladimir, são levados a uma hotel de luxo localizado em uma estação de esqui, para sua proteção. E temos um cenário bastante diferente nesse livro, que deixa tudo ainda mais empolgante. 

Rose é a mesma de sempre, mesmo tendo passado por toda aquela confusão no primeiro livro, ela continua impulsiva e bem explosiva. Mas cada dia que passa e a cada problema que acontece no mundo dos Moroi, ela fica ainda mais focada na missão de se tornar a guardiã de Lissa, e para isso treina o máximo que pode para isso, ainda mais depois que descobriam que Lissa é uma usuária de Espírito, e que esse dom pode ter graves conseqüências para ela. 

“É impossível se forçar a amar alguém, eu me dei conta disso. O amor existe ou não existe. Se não existe, você precisa ser capaz de admitir isso. Se existe, você precisa fazer tudo o que puder para proteger quem você ama"

Falei do cenário, mas também é importante falar dos novos personagens que entram em cenas. Para a surpresa e Rose, ela acaba encontrando sua mãe, Janine Hathaway, no hotel e o encontro é bem típico da menina: completamente explosivo. Janine é uma grande guardiã, ela é bem famosa no mundo dos Moroi. Podemos ver claramente que apesar de Rose viver brigando com ela, Janine é sua grande inspiração de vida e as duas vão resolver questões importantes nesse livro, que vão fazer toda a diferença na série. 

Além dela, tempos Adrian Ivashkov, sobrinho da rainha dos Mori, ele é um mulherengo sem juízo nenhum que abusa do cigarro e álcool. Tudo ao redor dele cheira a encrenca, mas não se engane. Ele é um personagem muito importante para a série – e, confesso, um dos meus favoritos. Ao principio, acreditamos que a única finalidade do menino é irritar Rose ou tentar a todo custo se aproximar de Lissa, o que não deixa de ser a primeira opção também. É nítido que em Adrian temos um grande rival para Dimitri na atenção de Rose.

“Não há nada pior do que esperar e não saber o que vai acontecer com você. Sua própria imaginação pode ser mais cruel do que qualquer carcereiro”

Mas engana-se quem pensa que nossa heroína vai pular do professor gato para o mulherengo gato (sim, os dois são extremamente lindos). Rose decide que precisa esquecer Dimitri pela segurança de Lissa, então a menina começa a dar uma chance a Mason, um grande amigo seu. Mason é um menino lindo, estudioso e muito extrovertido, ele consegue nos conquistar facilmente! 

Graças a Dimitri, Mason e Adrian, a cabeça e coração de Rose estão uma confusão. E as questões amorosas ficam ainda mais nítidas nesse livro, já que Lissa está cada vez mais envolvida em seu relacionamento com Christian, e o namoro deles também ganha bastante destaque nesse livro. 


“Às vezes é difícil distinguir entre o que é afeto verdadeiro e o que é apenas alguém tentando tirar vantagem de você. Mas, quando for para valer, você vai sentir que é… E vai saber diferenciar”


E quando começamos a acreditar que o livro vai ser mais parado que o outro, Richelle – a autora – nos pega de surpresa e nos coloca em cenas de tirar o fôlego e acelerar o coração. Podemos ver também o quanto sua escrita evolui e nos mostra que apesar da série ter um foco central – a jornada da Rose para proteger Lissa de tudo e todos, e o misterioso laço que envolve as duas -, cada livro em seu foco, que vão se encaixando aos poucos. Adicionando isso ao fato dos personagens serem bem trabalhados e únicos, tornam a série completamente viciante!

1 comentários:

  1. Uauuu! COmo sempre fico surpresa com suas resenhas. Já adorei essa, esse livro tambem nunca li, mas ja coloquei na minha listinha para ler. <3

    ResponderExcluir

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!