PRECISAMOS FALAR SOBRE RELACIONAMENTO ABUSIVO



Essa semana houve uma enchente de noticias sobre assedio sexual e agressões físicas. Primeiro o caso do ator José Mayer e depois a briga entre Marcos e Emilly no Big Brother Brasil. Eu não vou ser hipócrita aqui e dizer “Não assisto ao BBB, só ouço falar”, passei muitos anos sem de fato assistir ao BBB, mas esse ano acabei começando a assistir, peguei o programa no meio e não assisto todos os dias, não sei de todas as fofocas que acontecem, inclusive, apenas hoje vim de fato assistir a briga entre o casal, mas eu li tanta coisa absurda na internet que não consegui me calar, preciso falar sobre esse assunto.

Um relacionamento não é abusivo apenas com agressões físicas, agressões verbais e psicológicas também estão inclusas. Você já pode ter sido vitima de um relacionamento desse tipo e nem mesmo ter se dado conta. Muitas mulheres levam anos para conseguirem sair de um relacionamento assim e algumas nunca conseguem.

Eu nunca sofri agressões físicas, mas como eu disse antes, não é isso que define um relacionamento abusivo. Já cheguei a perder a conta de certas coisas que me aconteceram, de quantas mentiras me foram contadas, de quantas vezes pedi desculpa mesmo sabendo que eu não estava errada.

Sabem quantas vezes eu disse “chega, não quero mais isso”? E mesmo tendo consciência dessas coisas, eu não saia dali. Muitas amigas minhas achavam um absurdo eu perdoar e aceitar certas coisas, enquanto outras achavam que eu vivia em um relacionamento perfeito, isso tudo porque eu sempre justificava seu comportamento, sempre ficava calada e fingia que nada acontecia, sempre achei que a culpa de todas as brigas e humilhações que eu sofria, era minha.

Quantas vezes ele “zombou” de mim de forma constrangedora na frente de amigos e família? Quantas vezes lhe contei um sonho e ele o minimizou? Quantas vezes ele tentou controlar meu comportamento? Quantas mentiras ele me contou a respeito de pessoas que eu gostava, apenas para me afastar delas?
Deixei de falar com amigos, me afastei de pessoas que eu gostava, passei a acreditar, ou melhor, aceitar suas mentiras esfarrapadas, deixei que ele me comparasse, que ele falasse “porque você não se veste como fulana?” “não acha que precisa emagrecer um pouco?”, me tornei uma mulher diferente do que era, uma mulher que tinha ciúmes da própria sombra, que procurava coisas no celular, Facebook, nas mensagens, e que sempre achava algo que me deixava mal.

Eu terminei uma, duas, três vezes. Os términos duravam dias, as vezes, apenas horas, mas eles não eram importantes, eu sempre voltava, sempre acreditava no: “me desculpe, vou mudar”. Aceitei as flores, os presentes, o encontro, o abraço e os beijos e em poucos dias tudo voltava a ser como antes. Tudo era solitário, doloroso e assustador.

Eles nunca me bateram, mas isso não diminui as coisas. Eu falei no plural, porque não estou falando apenas de um relacionamento que tive e sim de alguns que já tive. Obviamente que às vezes, um caso isolado não é menos grave, mas não deixa de ser um abuso.

Eu fiz esse texto por um único motivo, não acreditei quando li as pessoas falando que a culpa das agressões da parte do Marcos eram da Emily. Não estou aqui para defender ninguém, estou aqui apenas dizendo que muitas mulheres se culpam, ou culpam outras pessoas pelo que acontece com elas mesmas. Não conheço nenhum dos dois, mas posso dizer uma coisa, agressão nunca é a solução, e mesmo que ele não tenha batido nela, aquilo foi uma agressão sim!


24 comentários:

  1. Ual incrível isso neh mulher , adorei sua forma de falar a respeito . Parabéns pelo o post adorei seu Blog .

    ResponderExcluir
  2. Ótimo post,é realmente difícil de sair de um relacionamento abusivo!

    Beijos,
    placestyle.com

    ResponderExcluir
  3. A mulher quando entra num relacionamento ela deseja ser feliz e não ter um relacionamento abusivo, aonde sofre agressões, agressão não deve ser parte do relacionamento, mas tem homens que pensam diferente e isso é que estraga. Gostei muito da sua escrita sobre o assunto bjs.

    ResponderExcluir
  4. OTIMO POST, JA TIVE MUITAS EXPERIENCIAS SOBRE ISOO,QUANDO EU ERA MAIS NOVA, ACEITAVA ESSAS COISAS DOS MEU EX NAMORADOS, BEIJOSS

    ResponderExcluir
  5. Post incrível! É muito importante q tenham postagens como as tuas pra mostrar pra nossas mulheres q elas podem estar num rel abusivo. É algo q infelizmente somos guiadas a achar normal. Nao é normal, mulheres. Ninguém merece isso. Força! Parabéns pelo post

    ResponderExcluir
  6. As pessoas se equivocam ao pensar que relacionamento abusivo é só agressão física, e o que é pior, relacionam a agressão física como se fosse algo que não foi possível segurar, bom na minha visão toda vez que tu tenta podar alguém é uma agressão, e toda vez que tu bate em alguém mais fraco é crime ... Tudo é abuso quando acontece sem o consentimento do outro, ponto final!
    Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
  7. Eu nunca apanhei de namorados mas já tive relacionamentos abusivos, sejam por atitudes ou até ameaças e só quem vive sabe a dor que é, e como nos culpamos e por vezes defendemos quem nos agride, é muito complexo e dificil de explicar.

    ResponderExcluir
  8. oi!
    Ultimamente estamos tendo vários casos divulgados de assedio sexual e agressões contra mulheres.
    Temos sempre que denunciar, não devemos acreditar que o agressor vai mudar. Temos que dar um basta.
    bjo

    ResponderExcluir
  9. Já passei por isso e tive que fazer mais de 4 anos de terapia para superar! Procuro compartilhar com todo mundo para que ninguém passe por isso! Se a pessoa que agride precisa de ajuda, ela que procure... A gente não pode ficar se machucando por pessoas que não querem melhorar... Amei o post! Beijinhos... Au revoir!

    ResponderExcluir
  10. Realmente esse é um tema muito complicado, reparei que hoje uma das # mais falados no twitter é sobre isso, conheço algumas pessoas que passa por isso, e é triste.

    ResponderExcluir
  11. Enquanto não lutarmos para mudar essa cultura machista vamos assistir esses episódios em nosso cotidiano.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Relacionamento abusivo não é só agressão!
    É uma cultura antiga que está sendo quebrada aos poucos

    ResponderExcluir
  13. Relacionamento nunca são fáceis mesmo. Mas às vezes as pessoas estão em um relacionamento abusivo e nem percebem, ficam tão presas naquilo que acaba se tornando natural e muitas vezes ficam até dependente daquele relacionamento.Temos que ter coragem de dar um basta! É bem melhor ficar sozinho do que com certas companhias.


    http://missdiva.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Adorei seu texto, e me identifiquei em algumas coisas , é muito ruim isso,tenho uma amiga que ela era constante mente humilhada e ameaçada, e não conseguia se separar quando ela fazia ele ficava chorando implorando.perdao e ela sempre perdoava, isso durou 5 anos, hoje ela fala que faz 1 ano que ele mudou com ela, espero mesmo que dure isso

    ResponderExcluir
  15. Adorei o texto , parabéns para você !!
    Nunca teve assim , mas eu estou preocupa as mulheres , é verdade é meu primeiro homem que eu casei ele. Ele é super romântico riso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. É muito dificil a relação entre pessoas e pessoas, o mais preocupante é a cegueira das mulheres quanto a agressão.

    ResponderExcluir
  17. Chega de relacionamentos abusivos, onde a mulher está certa e mesmo assim o homem faz com que ela sinta culpa, isso é absurdo, vivemos em uma sociedade onde a mulher é rebaixada todos os dias e nem se dá conta disso, chegamos a um momento onde passamos por tudo isso e ainda pedimos desculpas por coisas que nem culpa nossa foi. Amei seu texto e chega!

    ResponderExcluir
  18. Infelizmente a maioria das pessoas ainda colocam a culpa na vítima, como se ela tivesse provocado a violência feita contra ela. Ótimo post, apresentando um tema não só atual, com necessário! Parabéns!

    ResponderExcluir
  19. Relacionamento é uma coisa difícil por si só, complica ainda mais quando isso acontece. Quando existe uma pessoa assim do seu lado. Não passo por isso mas eu imagino a dificuldade que dvee ser, por você gostar da pessoa e ver que precisa desconectar ela pois ela te faz mal. Uma deciaoa difícil e complicada. Enfim, muito difícil. Parabéns, sucesso!!

    ResponderExcluir
  20. MULHER, nós combinamos? hahaha interessante como abordamos o mesmo assunto, mas de maneiras diferentes e eu ainda não tive estômago sobre o relacionamento abusivo, porque realmente não consegui. E seu texto traduziu exatamente meu sentimento, repúdio e compreensão sobre mulheres que sofreram e sofrem relacionamentos abusivos sem realmente saber que estão. E eu tenho um exemplo tão próximo que me sinto meio impotente, sabe? Ninguém sabe o quanto é realmente difícil...

    ResponderExcluir
  21. Concordo plenamente, temos que falar mais sobre relacionamentos abusivos e que as pessoas, teem que parar de culpar a mulher por tudo!
    adorei o post!
    beij0s

    ResponderExcluir
  22. Oi Luma, tudo bem? Acredito que num relacionamento ambos são responsáveis por tudo o que acontece, sejam coisas boas ou não. Independente do tipo de relação que temos com alguém, quando perde-se o respeito, acredito que tudo foi perdido, pois ele é a base. Em nenhum caso busco "culpados", pois a situação só chega onde chegou por ações das duas pessoas. Você concorda que ninguém briga sozinho? Pois é, esse é meu ponto de vista. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  23. Realmente muitas pessoas ainda tendem a dizer que a culpa e da vitima. Não tenho como imaginar o quanto deve ter sido difícil para você, nunca aconteceu comigo, mais conheço pessoas que já aconteceu

    ResponderExcluir
  24. Hey, mana, muita força! Eu sofri um relacionamento abusivo e tenho sequelas até hoje! Meu atual namorado me deu todo o apoio que precisei, mas ele também sofreu muito junto comigo no inicio. Eu fui tão torturada psicologicamente que eu chegava a ligar para ele no trabalho para pedir permissão para sair de casa. Nunca, jamais a culpa é da vítima. E não defendendo o ex, mas já o fazendo, as vezes acho que ele não tem nem ideia do quanto me machucou. Culpa mesmo é da sociedade machista e patriarcal que não se dá conta de quão doente é :/
    https://refracaocultural.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!