RESENHA: MINHA - CINTHIA FREIRE

Título: Minha, um conto da série segredos. 
Livro: 0.5
Série: Segredos
Autora: Cinthia Freire 
Editora: Independente
Páginas: 173
Ano: 2016

Classificação: ★★★★★
Onde comprar: Amazon
Adicione: Skoob
Segredos são como fantasmas, nos assombrando e nos fazendo crer que são reais. Todos têm os seus fantasmas . Laura tem os seus e há um ano que eles não a deixam dormir. A solução é passar seu tempo lendo poesias, admirando suas rosas florescerem e as estrelas no céu. Nada pode ser mais seguro do que isso. Até que um jovem misterioso surge em sua vida, virando-a de ponta cabeça. Em uma noite particularmente quente para o inverno, o destino uniu dois corações que não estavam prontos para o amor. Um não tinha mais tempo para isso, o outro era jovem demais para se apaixonar.  Uma história sobre o valor do tempo, o resultado de nossas escolhas e como o amor pode transformar vidas. Mesmo aquelas que já não acreditam mais em milagres.


Christopher está prestes a sair de mochilão pela Europa com seus amigos, mas seu pai o obriga a passar as férias na casa de seu tio no Brasil. Contra sua vontade e sem falar a português, Christopher chega em nossas terras e percebe que o pais é muito mais bonito e tem muito mais a oferecer do que ele imaginou. Jeremy, seu primo começa a lhe ensinar algumas palavras para que eles possam sair e conseguir mulheres e mulheres, mas algo acontece dentro de Christopher quando ele não consegue dormir em uma madrugada graças ao ronco do primo, então ele caminha até a varanda e ouve a voz mais doce que já ouviu. Ao olhar pela sacada, ele vê uma menina falar algo que ele não entende, sentada sozinha no jardim e começa a e perguntar se ela é real e louca por estar falando sozinha ou um fantasma. 

Ela falou e, pela primeira vez na vida, o sol brilhou. E naquele instante eu descobri que o acaso não existe. Era para ter sido. Eu nasci para ser dela e ela para ser minha. 

Laura está muito animada por estar prestes a ir para a faculdade, mas as coisas não acontecem como ela gostaria e depois de um desmaio na escola, ela descobre que seus dias estão contados. Uma doença em cura abala o seu coração e a única coisa que ela pode fazer é se conformar e aproveitar ao máximo os seus últimos dias. Mas como poder se conformar quando um garoto lindo que não fala seu idioma entra em seu jardim completamente embriagado e o sorriso dele começa a te assombrar? 

Desejo poder dizer a ele que três dias na nossa matemática é pouco menos que dez por cento. Três dia a menos para ficar com ele, três dias em que tanta coisa pode acontecer. Três dias em um punhado de dias contados que não de escapar dos meus dedos.

Depois de uma longa confusão, onde Christopher fala algo sem compreender seu significado e Laura lhe dá um tapa no rosto, acordando seus pais e os tios dele, os dois começam um ritual: todas as noites eles se olham pelas janelas dos quartos antes de dormir. Mas isso não é mais o suficiente para eles e ao ver Christopher saindo com o primo em uma noite qualquer, Laura vai atrás dele disposta a morrer sem arrependimentos e a beijá-lo ao menos uma vez. 

Os dois começam a se encontrar durante a madrugadas e beijos e mais beijos são trocados, mas Christopher quer algo mais, ele quer um futuro junto a ela, mas ela não pode se permitir a pensar nisso, porque pensar que não terá um futuro ao lado dele é algo muito doloroso. 
Eu queria mais, mais tempo para viver, queria me tornar uma mulher, queria poder ter um futuro no qual pensar, queria poder amá-lo, queria poder dizer a ele que teremos inúmeros dias para podermos ficar juntos, queria planejar minha viagem para a Inglaterra, queria dormir em seus braços, apresentá-lo aos meus pais como algo a ais do que apenas uma aventura passageira de uma garota a beira da morte. Eu queria tantas coisas.... Coisas simples mas que meu destino as tornou impossíveis. E enquanto ele me olha com seus lindos e doces olhos verdes, aguardando ate que eu diga algo que o faça compreender o motivo para que eu o afaste de mim, tudo o que consigo fazer é respirar fundo ignorando a vontade de gritar o que estou sentindo e dizer: - eu sinto muito.
No começo imaginei que Minha fosse ser apenas um conto sobre os pais do Gabriel – personagem principal de meu erro, leia a resenha aqui -, mas é muito mais do que isso. Minha é uma história surpreendente que te prende mais a cada página e o significado do amor. 

Outra vez eu vou deixar aqui os meus agradecimentos a Cinthia, porque todo livro dela que leio, eu desidrato de tanto chorar, mas em compensação sempre o levo para sempre comigo.


Deixe sua opinião

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!