RESENHA: A GAROTA DO CALENDÁRIO (MARÇO) - AUDREY CARLAN

Titulo: A Garota do Calendário: Março
Autor: Audrey Carlan
Livro: 03
Série: A Garota do Calendário
Editora: Verus
Páginas: 
144 
Comprar: Buscapé

Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva, mas ela está prestes a descobrir...
Antes de partir para seu próximo cliente, Mia vai até Las Vegas entregar a próxima parcela do pagamento pessoalmente ao seu ex-namorado, Blaine, o babaca. Ele faz essa exigência para provoca-la, mas para a surpresa de todos, Mia não se deixa balançar com as ameaças e fica ainda mais determinada a seguir em frente com o seu plano. 

Ao chegar em Chicago, ela conhece seu próximo cliente, Tony Fasano. Ele é o caçula de uma família italiana tradicional, ex-boxeador e atual presidente da rede de restaurantes da família. Sua mãe, Mona Fasano, sonha em vê-lo casado e lhe dando muitos netos, mesmo que suas outras quatro filhas já tenham suas próprias família, ela continua dizendo que a continuação da linhagem depende dele, e ele quer deixa-la feliz. 

Mas a grande verdade, é que Tony é gay e desde a faculdade ele está em um relacionamento com Hector, que se torna um grande amigo de sua família e advogado das empresas Fasano. Os dois até mesmo moram juntos, com a desculpa que são dois homens solteiros que dividem o apartamento. Tony tem medo da reação da mãe caso ele se assuma, e do preconceito que sofreria na carreira de boxeador e como presidente. Ele não queria que a mídia se concentrasse nisso e prejudicasse o resto da família. Por isso ele contrata Mia para apresentar a família durante o mês inteiro, assim tem a desculpa de que está noivo e poder ter mais alguns anos para enrolar nesse sentindo. 


Se sacrificar durante um tempo - ele disse - é o que se faz quando se ama alguém. Você coloca as necessidades do outro em cima das suas e um dia o outro vai fazer o mesmo por você.


Por outro lado, Hector não está nada satisfeito com essa situação, ele sonha com o momento em que Tony vai assumi-lo e ter Mia ali só mostra que isso está longe de acontecer. O jovem rapaz sofre todos os dias em ter que esconder seu amor por Tony, mas Mia está convicta em virar o jogo. Mia decide usar todas as suas armas para mostrar a Tony que a verdade o libertará e que ele precisa fazer isso logo, antes que perca Hector para sempre. Mas será Tony capaz de revelar o seu segredo mais secreto e deixar medo de lado? 

Não podemos esquecer que é uma série de romance erótico, então é certo que teremos cenas quentes no decorrer dos livros. Quando descobri que o Tony era gay, fiquei curiosa em como a Audrey faria para introduzir o sexo na história, e só posso dizer que me surpreendi com as cenas e que são bem intensas.

Espero que tenham gostado da resenha. Já li todos os livros dá serie e sou apaixonada por ela. Beijinhos e até a próxima. 


Deixe sua opinião

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!