[SÉRIES] GILMORE GIRLS: UM ANO PARA RECORDAR



Quando eu era mais nova, eu assistia a alguns episódios de Gilmore Girls na televisão, ou quando ia para casa de minha prima e ela locava os DVD’s para assistir, mas apenas no início desse ano eu decidi assisti toda a série, aproveitando que ela havia entrado no catálogo da Netflix (obrigado, Netflix). 

Comecei a ver a série com meus pais reclamando, porque eu só queria passar o meu dia inteiro vendo-a, e quando terminei, meus pais reclamavam por eu não esperar por eles (aconteceu o mesmo com Greys Anatomy), tanto que terminei a série e assistir as últimas duas temporadas duas vezes. Mas quando não tinha mais nenhum episódio para assistir, eu senti um enorme vazio no meu dia. Fiquei com uma bela ressaca dessa série e quando eu vi que teria um revival, quase chorei de felicidade, EU JURO!!

Demorei tanto para falar sobre ele porque precisei assistir ele duas vezes, na primeira estava muito empolgada, dá segunda queria ter certeza que realmente tinha gostado e não estava só naquela coisa de fã (sim, só assisti a série inteira esse ano, mas me considero fã!), e somente agora me senti segura o suficiente para falar algo sobre “Um ano para recordar”


Stars Hollow continua a mesma coisa de sempre, é como se os anos não tivesse passado para aquela cidadezinha. A princípio, as piadas sobre “parece que faz anos que não te vejo” foram engraçadas, mas começou a ser repetitiva já que são 90 minutos por episódio. Apesar de tudo parecer ter sido congelado por dez anos, as Gilmores Girls estão passando por momentos complicados em sua vida e mudam bastante. Emily sobre com a perda de Richard, ela troca as roupas elegantes por jeans e camisetas, não troca mais de empregadas por episódios e (pasmem) ela até arruma um emprego; Lorelai está morando com Luke e ambos estão felizes no relacionamento, mas ela começa a se sentir acomodada e sente que precisa mudar algo em sua vida; Rory estava fazendo um enorme sucesso como jornalista, até que subitamente ela se encontra sem emprego, sem casa, fazendo-a voltar para velha cidade e para casa de sua mãe. Confesso que me decepcionei com muitas atitudes da garota ao longo do revival. 

Achei incrível que Amy Sherman-Palladino não fez do revival apenas para os fãs viverem a nostalgia. Ela mostrou que os nossos queridinhos também vivem seus momentos de crises e conflitos. A Laurem Graham continua tão afiada no personagem, que é como se a Lorelai nunca tivesse saído da vida dela, ela apresenta uma sinceridade que faz os fãs gostarem ainda mais de Gilmore Girls. Senti muita saudade do Richard, Edward Hermann realmente fez falta no revival, foi uma lastima termos perdido um ator tão incrível. 

Rever todos os personagens juntos, rever a Lorelai fazendo todas as suas piadas e ironias, ela com o Luke e com a Rory, foi uma sensação incrível. Os atores realmente estavam no personagem. Só posso dizer que tudo o que aconteceu, principalmente o final da série, só me fez querer ter muitos outros episódios para assistir, fico na esperança de fazerem outro revival (de preferência em menos tempo do que esse) para poder ver mais um pouco das Gilmores Girls. E eu termino esse post dizendo, que eu sempre fui #TeamDean, mas depois desse revival, me tornei totalmente #TeamJess

Espero que vocês tenham gostado, nos vemos em breve. Beijinhos :*


 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!