RESENHA: A GAROTA DO CALENDÁRIO (JANEIRO) - AUDREY CARLAN

Autor(a): Andrey Carlan
Editora: Verus Editora
Páginas: 144
Livro 1/12
Sinopse: Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele.

Resenha: Eu não estou acostumada a ler romances eróticos, por isso quando ouvi sobre o livro no mochilão record não fiquei muito interessada, mas ouvi tantas críticas positivas sobre o livro que eu decidi ler.


Mia Saunders mudou-se de Las Vegas para a Califórnia para tentar seguir com seu sonho de ser atriz. Ela está fechada para o amor, especialmente depois que os quatro caras por quem se apaixonou partiram seu coração e que por causa de um deles, seu pai estava em coma no hospital. Blaine é um agiota e emprestou muito dinheiro para o pai de Mia, que tem um grande problema com jogos e bebidas, e obviamente, ele não teve dinheiro para pagar sua dívida. Por esse motivo, o agiota mandou seus homens darem uma surra no mesmo, deixando-o em coma e deixando como ameaça que se o pagamento não fosse feito, iria matá-lo. 



É por isso que Mia se vê obrigada a aceitar o convite da tia para tornar-se acompanhante de luxo da agência que ela gerencia. Ela deve passar um mês inteiro com cada cliente, para ganhar dinheiro de forma rápida e quitar a dívida de um milhão de dólares do pai. Em um ano ela poderá quitar a dívida do pai e ainda dar um futuro decente para a irmã mais nova, que está na faculdade. E como a prostituição é ilegal no país, sexo não está incluso no contrato. Apenas se quiser, Mia irá transar com seus clientes, mas por isso receberá um bônus de vinte por cento do valor acertado.

Mia não tem certeza sobre o caminho que está prestes a seguir, mas é a única forma que tem de conseguir o dinheiro e salvar a vida do seu pai, então se joga no trabalho, jurando a se mesma manter seu coração fechado e forca apenas no trabalho e no dinheiro que conseguiria.


Seu primeiro cliente é Weston Charles, ou Wes. Ele é um roteirista famoso e sua mãe contrata Mia para acompanha-lo a eventos importantes, uma dessa forma de manter afastada as periguetes que tentam distraí-lo e que ele consiga fazer contatos com as pessoas certas. Ele é um homem incrivelmente lindo e sedutor, que a trata como nenhum homem a tratou antes, e ela se vê imensamente atraída pelo homem, percebendo que esses dias serão um tormento, já que tinha decidido não ir para cama com nenhum cliente, mas não é exatamente isso que acontece....

A escrita de Audrey Carlan é bastante fluida e objetiva. A narrativa é feita em primeira pessoa, sob a perspectiva da Mia que é bastante altruísta e determinada. Não gostar de Wes é impossível. Ele trata Mia bem desde o primeiro instante, fazendo com que ela se sinta à vontade e construindo uma parceria linda com a mesma. Os dois se tornam amigos e, por mais que se envolvam sexualmente, essa amizade se torna a base da relação criada entre eles.


Desde o começo, sabemos que Mia passará apenas um mês com cada cliente, então sabemos desde o começo que ela irá se despedir do Wes em algum momento, mas ainda assim, isso me cortou o coração. E por mais que eu quisesse que ela largasse tudo e ficasse com Wes, quero ver o desenrolar da história, e acho que ela precisa passar por essas aventuras para amadurecer com seus sentimentos. E ainda tenho esperanças que o Wes reapareça na vida dela.


Quanto a diagramação do livro, achei perfeita. Não encontrei erros, gostei do tamanho do livro, da letra e quantidade de páginas. A capa também está muito bonita. Eu com toda certeza ou acompanhar essa série.

Beijos da Luma 




Deixe sua opinião

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!