[LIVROS] RESENHA: FAKE - FELIPE BARENCO

Autor: Felipe Barenco
Paginas: 264
Sinopse: Téo está prestes a completar vinte anos e foi aprovado para o curso de Direito em uma ótima faculdade. Não bastasse a euforia em começar a faculdade, ele conhece Davi, um garoto que acabou de chegar ao Rio de Janeiro para ser ator. Os dois se apaixonam, mas como o mundo real costuma ser um pouquinho menos perfeito do que as comédias românticas, quanto mais Téo se aproxima do rapaz, mais descobre que não sabe nada sobre ele.

Além disso, o livro fala sobre a descoberta da sexualidade e retrata os dilemas de seu protagonista para se assumir gay dentro de casa. Como contar aos pais? Será que precisa mesmo? Existe um momento certo para contar? Ou será que todos já sabem? São tantas perguntas! Por que se assumir é tão fácil para todo mundo e tão difícil para o Téo?

“Fake” é o romance de estreia de Felipe Barenco e faz parte da literatura YA – para jovens adultos entre 16 e 24 anos.

Resenha: Eu recebi críticas tão boas sobre esse livro que pensei: preciso ler esse livro já. E assim que comecei a ler, vi o quanto as críticas estavam certas, o livro é maravilhoso.

Teodoro Freitas, mas conhecido como Téo, é um garoto prestes a completar vinte anos com uma vida aparentemente perfeita. Mora com seus pais, Mauro e Clarice, sua avó, Maria Helena, seu irmão e melhor amigo, Lucas, de dezesseis anos. Tem uma tia - madrinha - divertida chamada Eleanora, vive na companhia de Tiago, seu melhor amigo, que tenta a todo custo ser ator e tem também a Fernanda, que é sua amiga virtual. E ele acaba de passar no vestibular da UERJ para cursar direito. Toda sua família está comemorando. 

"Relacionamentos são como um livro: alguns capítulos simplesmente não valem a pena"

Téo tem uma vida aparentemente feliz, porque ele vive na incerteza de contar para a família que é gay. Ele tem medo da rejeição da família com isso, mas sem conseguir continuar se escondendo, ele conta aos pais sobre sua sexualidade. As coisas são piores do que ele esperava. Sua mãe chora em sua frente e ele a flagra chorando pelos cantos no decorrer das semanas, seu pai simplesmente para de falar com ele. Seu irmão o Lucas, que o aceitou facilmente, se muda para recife por ter engravidado uma garota de lá. Sua tia é a única que sempre soube disso. E no meio de toda essa confusão, Téo ainda conhece o Davi e se apaixona perdidamente, porém os dois só tem um encontro e nada mais.


Um ano se passou e as coisas parecem ficar melhor na vida de Téo. A faculdade vai bem e ele se tornou muito amigo do Guilherme, um colega da faculdade. Tiago agora está atuando nos palcos de teatros. Sua relação com os pais não é a mesma que antes e isso o deixa desolado. Tudo piora quando ele reencontra o Davi e começam um relacionamento. Ao saber do namoro, Mauro simplesmente manda um e-mail para Téo, o proibindo de levar qualquer amigo para dentro de casa e isso desencadeia uma briga que leva o leva a ser expulso de casa, justamente na hora que ele acaba de conseguir um estágio.

"O amor não acaba enquanto houver faísca. Vivemos na iminência de um incêndio."

Téo começa então a dividir um apartamento com Tiago. Seu relacionamento não é um dos melhores, como todo relacionamento tem seus altos e baixos, mas o dele já começou pelos pontos baixos. Davi tem HIV e Téo está disposto a correr o risco pelo seu amor.

O livro é narrado por Téo. Ao ler o livro, eu me senti lendo o diário de um amigo. Um livro que me fez rir muito e sentir muita raiva também. Eu simplesmente amei o livro. 

"Esses humanos, se dizem tão superiores, mas não passam de um bando de inseguros."

A escrita é maravilhosa e despojada o que faz a leitura fluir facilmente. Os personagens são simplesmente maravilhosos. É impossível não se apaixonar por esse livro. Recomento a todos a lerem esse livro maravilhoso.


1 comentários:

 
© Copyright - Mariely Abreu - Design e Codificação - Todos os direitos reservados Voltar ao Topo!